Problemas no rim: Você toma água diariamente?

 em Mundo Orgânico

Problemas no rim tem sido um grande dilema. Recebo muitas visitas e sou procurada por conta da matéria e vídeo sobre o tema da insuficiência renal.

Os problemas no rim acometem muitas pessoas. Conforme o conteúdo foi sendo visitado eu fui recebendo contatos de pessoas com problemas renais (dos mais comuns aos mais graves, como a perda dos rins e hemodiálise). Foi então que comecei a perceber que todas essas pessoas tinham uma história de vida. Trabalhavam, estudavam, se relacionavam e se divertiam. Além disso, descobri que os problemas no rim estão tão comuns que parecem uma epidemia.

Quais problemas no rim podemos encontrar e que acometem os colaboradores?

Seja por uma cólica renal (por conta de pedras no rim), infecção urinária de repetição, doenças virais, uso exagerado de medicamentos, uso de suplementos ou anabolizantes em academia e outros fatores, o colaborador que adoece abre um parêntesis em sua vida. Tudo estaciona e os atestados médicos começam a fazer parte da rotina diária nos setor dos Recursos Humanos.

A questão não é o atestado médico, mas todos os transtornos advindos dele e desse parêntesis que advêm do processo de adoecimento. Perde o colaborador que após 15 dias vai ficar na fila do INSS esperando seu pagamento (e tem demorado ultimamente meses) e a empresa que fica sem o funcionário. Sem contar os gastos com medicamentos, médicos, tempo e perda de energia.

Você sabe a importância de beber água?

Quando estamos trabalhando, muitos nem se lembram de ingerir água. No lugar da água bebem refrigerantes e sucos (o que só piora a situação). Passam horas sem beber um gole de água. Não beber água atrapalha o sistema de filtragem num corpo que é composto de mais de 60% de água.

Outra questão: qual água está bebendo? Nem sabemos a origem e a qualidade da água. Em seu escritório pode estar um galão de água (questionável do ponto de vista da higiene) ou um filtro de água (cuja filtragem pode não reter cloro e germes perigosos). Hum, então o que beber? Após anos eu optei pelo velho filtro de vela com prata coloidal e um bastão de minerais para reorganizar as moléculas da água.

Eu mesma só dei conta da palavra “água” quando descobri uma pedra no rim esquerdo. Não era de beber muita água e não suplementava os minerais (principalmente magnésio e cálcio). Hoje entendo que preciso tomar 2,5 litros de água por dia. Varia muito de pessoa para pessoa.

Olhe para sua urina no vaso sanitário

Quando urino eu observo a cor, se tem espuma, quanto foi de líquido. Passei a tomar magnésio líquido juntamente com a alga marinha Lithotanium Calcareum da Litholife (com mais de 70 minerais e orgânica). Minha pedra no rim já diminuiu de tamanho.

Portanto, deixo para você esse alerta. Beba água e cuide de seu rim. Atestados médicos não são a solução para o problema. Mude de atitude e preserve esse órgão tão importante, conforme nos informa a medicina chinesa: o órgão gerador da energia vital. Um abraço a todos e todas nesse lindo Brasil.

Saiba mais sobre esse assunto

Share This: